quarta-feira, outubro 19, 2005

A investigação da Judiciária aos bancos portugueses

Do que já se sabe da investigação lançada pela Judiciária sobre os bancos portugueses, há algumas coisas importantes a reter:
- Os bancos portugueses não ficam em nada atrás dos bancos do Ikea (são é um bocadito mais carotes);
- Os bancos portugueses são maioritariamente de madeira, com um buraco no meio do assento para enfiar o dedo. Normalmente são pintados a tinta de esmalte;
- Em primeiro lugar nos acidentes com bancos portugueses vem a queda acidental por uso indevido (para apanhar um copo na prateleira de cima), logo seguida do dedo preso no buraco que os bancos têm a meio do assento;
- Há mesmo quem use o banco como contraceptivo, provando-se ser verdadeira a famosa história do pontapé no banco (que até à data se julgava ser apenas lenda popular);
- Não há nenhum banco português on-line, devido à total impossibilidade de abrir um buraco a meio do monitor, para enfiar o dedo;
- Esta investigação não vai dar em nada porque deixa de fora os ricos e poderosos: é sabido que o Poder usa Cadeira e não bancos;
- O único caso encontrado de lavagem de dinheiro usando um banco português não pôde ser usado como prova pois o banco inchou com a água, ficando empenado e sem préstimo. "Nem um alfinete cabia no buraco do assento, quanto mais um dedo", disse o chefe da brigada de investigação;
- Descobriu-se um projecto secreto para colocar bancos portugueses no fundo das garrafas de vinho do mundo inteiro. A idéia era que, em vez de se dizer que o vinho tinha assento, se dissesse que o vinho tinha um banco português. Este projecto vinha sendo acarinhado pelo Governo como forma de relançar o nome de Portugal no mundo.

por JN in CONTRA-INDICADO

Genial... pura e simplesmente genial este post por JN. Aconselho uma visita prolongada ao seu blog!

1 comentário:

js disse...

... e alguem acreditou que a investigação os bancos era para lever a sério?... tal como a da Casa Pia...e a do Apito (do) Dourado...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt e http://mprcoiso.blogs.sapo.pt